BANCO DO BRASIL – REVISÃO – CONTA POUPANÇA – PLANO VERÃO 1989

O plano verão foi um plano econômico criado em 1989 que alterou a forma de atualização dos valores havidos em cadernetas de poupança. Essa atualização de rendimentos, que antes era feita com base no rendimento acumulado do IPC (Índice de Preço ao Consumidor) passou a ser feita com base nas Letras Financeiras do Tesouro (LFT), o que acabou acarretando diversos prejuízos aos consumidores desses serviços bancários.

Todos os consumidores que possuíam caderneta de poupança com aniversário entre 1º a 15 de janeiro de 1989 e que tenham mantido saldo nesta conta até fevereiro de 1989, são possíveis beneficiários de rendimentos relacionados ao plano verão e devem entrar com uma ação judicial em face do Banco do Brasil que tinha conta.

Quem tinha NCz$ 1000,00 (mil cruzados novos) na poupança em janeiro de 1989, tem aproximadamente R$ 28.000 para receber em 2017.

Se o poupador já for falecido, OS HERDEIROS PODEM RECEBER, fornecendo:

Cópia do atestado de óbito;
Cópia do inventário (se houver);
Documentos de todos os herdeiros;

É possível provar que tinha conta naquela época com: Extratos bancários, transferências, declaração de Imposto de Renda, etc.

Agende um horário conosco e saiba mais:

E-mail: contato@stuchi.adv.br
Telefones: (11) 4338-6028/ 94030-1980 (WhatsApp)