Revisão de aposentadoria

A revisão de aposentadoria é um serviço exclusivamente para o segurado que considera que seu cálculo previdenciário esteja errado, diminuindo assim, o valor do seu benefício.

Como todos nós sabemos existem vários tipos de revisão, mas para todos eles a orientação de um advogado especialista Direito Previdenciário é primordial.

Por que utilizar os serviços jurídicos para a revisão do meu benefício?

Pois bem, primeiramente, o mais óbvio:

Vamos supor que você se reúne com seu chefe para pedir um aumento. Ele analisa todo o seu trabalho e concorda que realmente está injusto, que o serviço prestado a ele ou a empresa vale em média de R$ 5.000,00 à R$ 8.000,00, mas ele está pagando R$ 4.000,00. Nesse caso, ele proporia o aumento de R$ 1.000,00, que é o mínimo e o mais favorável a ele. É o mesmo que acontece com o INSS. Eles poderão deferir a revisão sim, mas com o mínimo de correção possível.

Também ocorre que muitas vezes o segurado não entrega (pela falta de conhecimento e informação) todos os documentos necessários para o pedido de aposentadoria ou pedido de revisão da mesma, com o auxilio de um profissional jurídico, a porcentagem de erros é praticamente zero. Além disso, as regras previdenciárias mudam constantemente, é essencial se atentar a elas!

Quais são os tipos de Revisão de Aposentadoria?

Como já disse, há diversos tipos de revisão, porém existem as revisões que vem de uma errada interpretação da lei em um determinado período (normalmente em época de crise econômica), e existem aquelas que foram puro erro de cálculo mesmo, Fator Previdenciário calculado errado, período de contribuição não calculada, entre outros.

Segue uma lista de revisões:

IRSM;

– Teto;

– Buraco Verde;

– ORTN;

– Inclusão do 13º no PBC;

– Exclusão do Fator Previdenciário da aposentadoria proporcional;

– Entre outras.

 

Em breve, farei artigos explicando algumas das revisões e atrasados.

 

Dr. Ruslan Stuchi

OAB.SP 256.767