É necessária a contratação de um advogado para pedir meu benefício do INSS?

Freqüentemente, me perguntam se é necessário contratar um advogado para dar entrada nos benefícios (aposentadoria, auxílio-doença, etc.) do INSS. Já digo logo que NÃO! Não é necessário. Mas…

Primeiramente:

Você sabia que o INSS é um dos primeiros colocados em ações judiciais por conceder benefícios com valores indevidos?

Em segundo:

Vamos trazer o exemplo do Sr. Geraldo, um antigo cliente do escritório…

Sr. Geraldo sempre veio ao escritório tratar de assuntos cíveis comigo, como inventários, divórcio, além de vir em consultas apenas para orientações.

Em uma dessas consultas, Sr. Geraldo me indagou sobre aposentadoria, disse que já estava pensando em juntar a papelada e ir ao INSS dar entrada. Perguntou-me a necessidade de um advogado nesse caso, pois tinha visto no jornal e TV que não havia nenhuma.

Eu disse a ele que não há necessidade mesmo, mas não é o melhor caminho, visto que, há muitas aposentadorias calculadas erradas, além da falta de conhecimento do segurado perante as leis ou a falta de um documento, por exemplo, já altera todo o cálculo.

Dito e feito! Sr. Geraldo tentou sozinho…

Mas ele não tinha todos os serviços que prestou, registrados nas carteiras de trabalho. Alguns ficaram sem registrar. Logo, o INSS não calculou.

Um dos PPP’s dele, na época era válido, hoje não é mais. Logo, o INSS não calculou.

O que aconteceu?

Sr. Geraldo, técnico de sistemas há mais de 30 anos, não conseguiu se aposentar pelo INSS!

Então, no mesmo dia que chegou a carta dizendo que o pedido foi indeferido, Sr. Geraldo me ligou marcando uma reunião urgente para dar entrada no pedido JUDICIAL de sua aposentadoria.

Demos entrada no pedido judicial e em pouco tempo o Sr. Geraldo estava aposentado!

Vale ressaltar que, o tempo perdido do cliente foi de aproximadamente 1 ano e 6 meses. Hoje em dia, Sr. Geraldo recebe R$ 2.500,00 de aposentadoria, ou seja, R$ 45.000,00 que ele deixou de receber nesse tempo.

Além do êxito do processo de aposentadoria judicial, pedimos também os retroativos. Isto é, os R$ 45.000,00 atrasados.

Por isso, acho importante a valorização de todas as profissões existentes. Cada uma delas tem seu valor, inclusive, a do ADVOGADO!

Para saber mais sobre os benefícios, acesse a Área Previdenciária.

 

Ruslan Stuchi

OAB.SP 256.767