Profissional liberal: onde atuam?

O dia 27 de maio é considerado o DIA DO PROFISSIONAL LIBERAL. Mas você sabe quem são e como atuam os profissionais liberais? Muitas vezes são confundidos com os profissionais autônomos, todavia, é preciso entender que autônomos e liberais são categorias diferentes.

É fundamental valorizar essa diferença para se destacar no mercado, uma vez que essas categorias são as que mais crescem no país. As universidades estão superlotadas de estudantes que chegam ao mercado de trabalho aos milhares para atuar como profissionais liberais, e está cada dia mais difícil o desenvolvimento de uma carreira financeiramente sustentável.

Para saber sobre os direitos trabalhistas, acesse Direito do Trabalho.

O que são profissionais liberais?

O profissional liberal é aquele que, obrigatoriamente, tem nível universitário ou técnico para poder exercer sua profissão. As atividades “liberais” são específicas e estão previstas em legislação própria, bem como os requisitos para o seu desenvolvimento.

Essas atividades são regulamentadas e fiscalizadas por entidades de classe — Conselhos Profissionais como OAB, CRC, CRM, CREA etc. — que também definem os procedimentos técnicos e éticos de cada profissão. Em outras palavras, o profissional liberal exerce atividade intelectual, podendo responder cível e até criminalmente pelo produto de seu trabalho e, portanto, deve estar devidamente registrado.

Esse profissional pode optar por trabalhar sozinho, abrir uma empresa ou ainda ser empregado pelo regime CLT. Por dispor de autonomia para trabalhar, o profissional liberal muitas vezes é confundido com o autônomo, o que é um grande equívoco, pois ambas as ocupações têm características bem distintas.

A categoria de profissionais liberais conta com administradores, advogados, arquitetos, biólogos, contabilistas, dentistas, economistas, enfermeiros, engenheiros, escritores, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, fotógrafos, jornalistas, médicos, nutricionistas, professores, psicólogos, publicitários, químicos, sociólogos, tecnólogos, veterinários, entre outros.

Assim sendo, esses profissionais possuem conhecimentos específicos de uma determinada área e mesmo que trabalhem como funcionários de uma empresa, dispõem de autonomia para executar suas atividades diárias e, por isso, respondem diretamente pelo seu sucesso ou fracasso.

Leia também: Como autônomos devem planejar a previdência?

Existem vantagens para os profissionais liberais?

Algumas das principais vantagens do profissional liberal são:

  • Não ter que seguir uma hierarquia obedecendo a uma figura superior (necessária em empresas como garantia de melhor organização e controle);
  • Flexibilidade de horário, pois mesmo tendo de que cumprir prazos com clientes, é possível conciliar melhor suas atividades profissionais com o lazer, exercícios físicos, momentos com a família etc.;
  • Não depender de vagas do mercado de trabalho, podendo trabalhar por conta própria na área que escolheu;
  • Ter a possibilidade de ganhar muito mais (dependendo da produtividade) do que ganharia trabalhando em regime CLT.

 Sou profissional liberal, como faço o recolhimento dos impostos?

Quando os profissionais liberais prestam serviços, devem pagar o Imposto de Renda (como pessoa física ou jurídica), INSS, PIS e ISS. Ao trabalhar como funcionário, o INSS é retido pela empresa contratante. Mas, ao trabalhar por conta própria ou prestar serviços para pessoas físicas, deve-se manter o controle dos tributos.

Apesar de haver diferença entre recibos e notas fiscais, nada impede que todos os serviços prestados sejam escriturados e posteriormente detalhados na declaração do Imposto de Renda, para não cair na malha fina e ter prejuízos financeiros com multas e outras penalidades.

Daí a importância da contabilidade para profissionais liberais, para gerir as questões tributárias, assim como manter o controle das informações a respeito da própria atividade exercida, do mercado em que atua, dos clientes, da concorrência e uma série de outras questões relevantes para crescimento do negócio.

Dito isso, nossa equipe selecionou uma série de dicas para quem atua ou gostaria de atuar como um profissional liberal:

Leia também: Testemunhas em processos trabalhistas.

  • Aprofunde-se na sua área de atuação
  • ·                  Busque maior qualificação e excelência técnica
  • ·                  Adquira conhecimento de liderança e gestão
  • ·                  Invista em marketing pessoal
  • ·                  Saiba lidar com incertezas
  • ·                  Seja visionário
  • ·                  Desenvolva um bom networking
  • ·                  Seja apaixonado pelo que faz

 

Um dos principais segredos para ser bem-sucedido é ser apaixonado pelo que faz. Dessa forma, todas as dificuldades do caminho e as tarefas do dia a dia serão encaradas com otimismo e perseverança.

A paixão pelo que se faz permite construir perspectivas de vitória e superar os desafios à medida que o profissional se dedica crescentemente a dar o de si melhor em tudo, além de se livrar de retrocessos temporários. Ela é um estímulo que impulsiona a realização das metas e objetivos estabelecidos em curto, médio e longo prazo.

Para saber sobre os direitos trabalhistas, acesse Direito do Trabalho.

Construir uma carreira, assim como um negócio de sucesso é um grande desafio, todavia, com muita determinação e persistência, é comprovadamente possível chegar lá!

 

Equipe Stuchi Advogados

Dr. Ruslan Stuchi
Giovana Uchôa